Decisão é do desembargador Marcos Augusto de Sousa, do TRF da 1ª região.