Fonte: InvestNews

Os financiamentos de imóveis geralmente são efetuados na modalidade em que o bem é dado como garantia do pagamento, como, por exemplo, nos casos de alienação fiduciária, hipoteca e penhor.

Considera-se como custo de aquisição do imóvel o valor da entrada e das parcelas efetivamente pagas à construtora ou incorporadora e ao agente financeiro pela aquisição do imóvel.

A forma de pagamento de tais valores deve ser especificada na coluna “Discriminação” da Ficha de Bens e Direitos de sua Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2020 (ano-calendário 2019).

No campo “Situação em 31/12/2019”, informe o valor das parcelas pagas até 31/12/2019, e faça assim anualmente até a quitação do financiamento. Não deve ser informado o valor do financiamento na “Ficha de Dívidas e Ônus Reais”.

*Samir Choaib é sócio-fundador do escritório Choaib, Paiva e Justo Advogados Associados.

Fonte: https://investnews.com.br/economia/imposto-de-renda-como-declaro-meu-imovel-financiado/

Author Choaib

More posts by Choaib