A funcionária prestava serviços na transportadora como vigilante e foi ofendida pelo motorista enquanto ela exercia seu trabalho e pediu que ele retirasse o boné ao entrar no prédio.